"Não precisa ser lido.Mas necessita ser escrito!"

quarta-feira, dezembro 29, 2010

Era uma vez...

uma garotinha,
Ela estava deitada na grama, controlando todo o tempo, escolhendo estrelas, e procurando desenho em nuvens..
Estavam todos juntos ali, deitados um na barriga do outro.
Rindo alto.
Ela sentia uma enorme vontade de chorar, com medo de perder aquele instante
(os amigo poderiam partir, a memória falhar, todos podiam se esquecer uns dos outros).
Mesmo com aquela duvida, estava tudo perfeito!
- "Uma estrela cadente! Nosaaaa, vamo fazê um pedido!"
(...)

Algum tempo depois, não sei ao certo quanto;estavam todos ali, num outro lugar, com outros sentimentos, outros olhares, outros pedidos (mas este não era um pedido para estrela cadente, era uma estrela maior, era para o intimo. Pedia-se um milagre).
Eu infelizmente não me lembro com clareza o que foi dito, mas me lembro com detalhes do suor frio, das mãos tremulas que apertavam as minhas, do olhar de medo, da lágrima que corria o rosto, lembro-me que foi sincero, puro.
Ah.. Eu sei o que é o amor, como também, sei o que é o medo, a dor, a saudade!
- GASTEI UM PEDIDO PRA ESTRELA CADENTE!
Aquela noite no gramado, pedi para nunca perde-los, para te-los comigo pra sempre. Mal sabia eu que pedidos à estrelas não se realizavam. Que o que faz as coisas realmente acontecerem é a Fé, os bons sentimentos, o desejo que arde no coração e nos move a concretizar os desejos. Mal sabia eu que amigos não são pra sempre, mas GRANDE AMIGOS são! Que os melhores amigos estão tão em mim quanto o sangue que corre nas minha veias, que são tão presentes, quanto os meus pensamentos, e tão eternos quanto meus sentimentos.
O tempo passou, e eu nunca mais contemplei o céu, não com esses olhos sentimentais que vêem e, mais que isso, enxergam, não até essa noite. Hoje vi todas as estrelas possíveis, imagineis desenhos em nuvens, e vi todos os tipos de azuis que há no ceú...

Eu nunca mais vi uma estrela cadente, e talvez não queria ver, para ter aquela lembrança (nossa) como única, e chama-la de AMIZADE, e eterniza-la.
Ah, que medo de perder tudo isso, de não ser entendida, que medo do desgosto de esquecer,e da frustração de ser esquecida.

Eu não acredito em pedidos para estrelas, mas acredito em Fé, na força do sentimento, e no verdadeiro amor!

[S.O.L.S ♪ ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário