"Não precisa ser lido.Mas necessita ser escrito!"

quarta-feira, novembro 30, 2011

A gente tem medo, mas não tem vergonha! Estamos na chuva, e não queremos nos molhar. Desacreditamos de pessoas, de sonhos, da vida, e até de nós mesmo. Perdemos a fé aos poucos, jurando que ela esta em nós, em algum canto, guardada, como um par de meia que você comprou, mas que não sabe onde esta, que um dia - com um punhado de sorte- vc encontra.
Dizem que a vida não é fácil, eu discordo. A vida é fácil, é simples, difícil é aceitar isso, a gente gosta de complicar porque o esforço nos torna mais vencedores, por que a luta, quando mais difícil, mais ela é honrada. É certo que existe pessoas que gosta da 'moleza', mas não quero falar delas, quero falar de mim.
Do amor que se for simples, não é meu. Da história que se for chata, não é sobre mim, Do medo que impulsiona à coragem, que me faz andar pra frente.
Hoje a minha vida parece calma se você olhar pela janela da sua casa, mas, e para mim?
Será que você tem mesmo o direito de julgar o que não sabe? O que não conhece? O que não entende?
E daí se minha palavras se embaralham? quem disse que preciso de regras?
E daí se quero andar na chuva de pés descalços? me jogar num amor que - aos teus olhos- não tem futuro? E daí se eu não quiser casar, se eu pintar meu cabelo de verde, e querer usar óculos de grau? 
Você vai me achar ridícula? Eu esterei ridícula?  E QUEM DISSE QUE EU ME IMPORTO?
As pessoas enxergam o que querem, muitos olham, ninguém vê. Essa é a verdade.
Queria saber porque algumas pessoas tem medo de ser feliz, se jogarem, não é o amor que machuca, é você mesmo, que não aceita que toda dor deve ser tomada como lição. Burro mesmo, é quem não aprende com o próprio erro e torna à faze-lo. Mas isso tbm é com você, tem erro que é bom de ser cometido, tem acerto que não vale à pena, isso não depende de mim, nem de você, é coisa do 'cada qual'.
Todos já fomos muitos burros. Admita. Ou muito espertos, não se sabe.

Agradeço a Deus pela vida que me deu, e me dá todos os dias.
Agradeço as lutas que venci, e tbm as que perdi, e não desisti. 
Agradeço o medo que me impulsiona, os inimigos que me fazem não querer desistir, os amores frustados que vivi, que me fazem crer que o melhor esta por vir, e é meu. 
Ahh, eu não me importo com os olhares falsos, com a boca que fala merda, com os pensamentos inúteis.Já me importei, e se importar cansa, envelhece.Agora eu me importo comigo, com meus amigos, com meus amores.Esses me fazem bem, e quem não me faz bem, não merece nada de mim, a não ser, me ver vencendo, enfim!

Venha vida, Se cumpra em mim. Eu confio em Deus, e o que tiver de ser, certamente, será! (yn)

Um comentário:

  1. Hi Lais! Saudações da Califórnia! Eu sou um visitante do primeiro tempo. Seu blog é tão cheia de vida e energia positiva. Very awesome as we say here in California. Eu gosto muito. Mas eu realmente amo sua cotação de perfil sobre "Ao julgar um livro pela capa,"
    Um presidente americano, Abraham Lincoln disse uma vez,
    "As coisas que eu quero saber são nos livros; meu melhor amigo é o homem que me começ um livro que eu não li"

    Também escrevo um blog. Eu escrevo um blog sobre comida e minhas reflexões sobre a vida e amor. Por favor, visite. Talvez siga. That would be cool.

    ResponderExcluir