"Não precisa ser lido.Mas necessita ser escrito!"

quarta-feira, dezembro 22, 2010

Eu só sei falar de amor,

Mas amor não é so o que eu quero sentir.
eu aprendi a falar da dor, porque é ela que me mantem aqui.
Eu deveria me esvaziar de todo e qlqr sentimento, lançar-me no vento e ser como o tempo que nunca passa nas lembranças de alguém que se foi,
no abraço que um dia esquentou, e que hoje ficou no espeço que sobrou.
Eu queria sumir dentro de ti e manter-me ali para sempre e num descuido qlqr de teu pensmento eu surgiria do nada e seria  tudo o que um dia fui, por algum momento.
E assim, eu não enlouqueceria, não me chatearia ao falar apenas de amor, a dor não me consumiria, como faz, e o meu sorriso, duraria mais, muito mais que as minhas lagrimas..
Eu queria saber falar menos de saudade, dessa coisa que sufoca,
falar menos do vazio que transtorna minhas noites, da falta que faz ,do espaço que me sobra.
Eu queria poder rir do amor, rir dos romanticos, olhar no espelho e rir de mim mesmo ao olhar vooc sorrindo na cama. Mais eu choro, qndo vejo nossa fotu ainda ali,e o que um dia me fez sorrir, hoje me alucina.
Eu queria falar menos do amor, falar mais do meu trabalho, dos meus amigos, das outras coisas bouas da vida, mais a gente nunca lembra do que temos, a gente sempre lembra do que doi, do que faz falta.
Eu te queria falar menos,eu queri pensar bem menos em você,
eu queria poder te esquecer. Eu deveria tentar, partir pra um novo amor,
mas a ferida que você me fez ainda dói, as lagrimas ainda fazem meu rosto inchar,
o vazio ainda tem seu cheiro e meo coração, ainda não aceita não falar de amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário